13 de abril de 2013

Resenha: Julieta Imortal - Stacey Jay

Título: Julieta Imortal
Subtítulo: A maior história de amor de todos os tempos é uma farsa
Ano: 2011
Páginas: 240
Assuntos: Romance
Área principal: Ficção
Preço sugerido: R$ 29,90
Onde comprar: 
SaraivaParaler.

Sinopse:
Julieta Capuleto não tirou a própria vida. Ela foi assassinada pela pessoa em quem mais confiava, seu marido, Romeu Montecchio, que fez o sacrifício para assegurar sua imortalidade. Mas Romeu não imaginou que Julieta também teria vida eterna e se tornaria uma agente dos Embaixadores da Luz. Por setecentos anos, Julieta lutou para preservar o amor e as vidas de inocentes, enquanto Romeu tinha por fim destruir o coração humano. Mas agora que Julieta encontrou seu amor proibido, Romeu fará de tudo que estiver ao seu alcance para destruir a felicidade dela.

Resenha 
      Estava bem relutante em ler Julieta Imortal, tinha ele já fazia um tempo e depois de ver um filme na escola relacionado a Shakespeare fiquei curiosa sobre qual seria a analogia feita nesse livro, pois a primeira impressão que tive ao ler uma sinopse diferente da acima, foi "Meu Deus, a Julieta é uma traidora!". Não, ela não é uma traidora! Confirmei isso após a leitura, pensei que por ser a história de Romeu e Julieta reformulada não seria boa. 
      O prólogo se inicia com o fim da história que conhecemos e depois vai sendo fantasiada com tudo aquilo de Embaixadores da Luz e Mercenários (não compreendi muito bem de onde vieram). O casal sempre acaba reencarnando em algum corpo humano e quando isso acontece devem cumprir suas missões: Julieta deve unir as almas gêmeas em questão e Romeu deve matá-las, ou matar Julieta. Dessa vez a bela donzela encarna em uma jovem com sérios problemas de autoestima e de relacionamento com a mãe, Ariel. Romeu por sua vez encarna o garoto ao qual Ariel se interessa e que fez uma aposta relacionada à ela, o Dylan.
      A partir daí começa a "corrida" entre cão e gato, ou melhor, entre amor e ciúmes, sem falar de pelo menos mais duas pontas para o que podemos chamar, aparentemente, de "quadrado" amoroso, Ben e Gema. Aparecem outros personagens ao longo da história que te dão um empurrãozinho para tentar adivinhar o desfecho das personagens.
      Shakespeare foi um mestre da literatura que têm suas obras valorizadas até hoje e Stacey Jay conseguiu criar um universo atual para o começo do fim de Romeu e Julieta. Esse livro foi uma repaginada jovem a tragédia shakespeariana. 
      É  uma leitura que flui, li em poucos dias e fiquei, ao longo da narrativa, comparando a história de Shakespeare, Romeu e Julieta, com a de Stacey Jay, Julieta Imortal. O livro foi bom o suficiente para me deixar com vontade de ler Romeu Imortal, que é a continuação de onde terminou esse livro.
      Encerro por aqui, não vou contar muito mais sobre o livro para não passar dos limites. Espero ter deixado vocês com vontade de lê-lo, ou pelo menos tê-los deixado com vontade de tirá-lo da estante e folheá-lo, talvez novamente. 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...