12 de dezembro de 2013

Autora do mês: J. K. Rowling.

Olá, pessoas! Hoje trago a nossa autora do mês escolhida por enquete, com 66% dos votos: J.K. Rowling. Não há uma pessoa, arrisco dizer pelo mundo, que não a conhece - óbvio que devido ao sucesso de HP, tanto dos livros quanto dos filmes. Sendo assim, bora conhecer mais sobre ela?

Biografia e obras...


    Joanne Rowling nasceu no dia 31 de julho de 1965, no Yate General Hospital, na Inglaterra. Passou a infância em Chepstow, Gwent, e estudou na Wyedean Comprehensive.
Jo deixou Chepstow para estudar na Exeter University, onde obteve um diploma de Francês e Línguas Clássicas; seu curso incluiu um ano em Paris. Após a graduação, ela se mudou para Londres e trabalhou como pesquisadora da Anistia Internacional, entre outros empregos. A série Harry Potter começou a ser escrita durante uma viagem de trem, que atrasou, entre Manchester e King’s Cross, em Londres. Durante os cinco anos seguintes, ela delineou os enredos para cada livro e começou a escrever o primeiro.


Em seguida, mudou-se para o norte de Portugal, onde foi professora de inglês como língua estrangeira. Ela casou-se em outubro de 1992 e teve uma filha em 1993. Quando o casamento acabou, Jessica e ela retornaram ao Reino Unido para morar em Edimburgo, onde o livro “Harry Potter e a Pedra Filosofal” foi finalmente concluído. O livro foi publicado pela primeira vez pela Bloomsbury Children’s Books em junho de 1997, sob o nome de J.K. Rowling. O "K", de Kathleen, nome de sua avó paterna, foi acrescentado a pedido de sua editora, que pensou que o nome de uma mulher não seria atrativo para o público-alvo de jovens garotos.
O segundo título da série, “Harry Potter e a Câmara Secreta”, foi publicado em julho de 1998 e chegou ao topo das paradas dos livros adultos mais vendidos por um mês após a sua publicação. “Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban” foi publicado no dia 8 de julho de 1999, atingindo aclamação mundial, e passou quatro semanas como o mais vendido entre os livros adultos no Reino Unido.
O quarto livro da série, “Harry Potter e o Cálice de Fogo” foi publicado em 8 de julho de 2000 com primeira tiragem recorde de um milhão de cópias para o Reino Unido. Ele rapidamente quebrou todos os recordes de maior número de livros vendidos no primeiro dia de publicação no Reino Unido.
Harry Potter e a Ordem da Fênix” foi publicado na Grã-Bretanha, nos EUA, no Canadá e na Austrália em 21 de junho de 2003 e quebrou os recordes de “Harry Potter e o Cálice de Fogo” como o livro mais rapidamente vendido da história. “Harry Potter e o Enigma do Príncipe” foi publicado no Reino Unido, nos EUA e em outros países de língua inglesa no dia 16 de julho de 2005 e também quebrou recordes de vendas.
O sétimo e último livro da série, “Harry Potter e as Relíquias da Morte”, foi publicado no Reino Unido, nos EUA e em outros países de língua inglesa em 2007.


J.K. Rowling também escreveu dois pequenos volumes, que aparecem como livros escolares de Harry dentro dos romances. “Animais fantásticos e onde habitam” e “Quadribol através dos séculos” foram publicados em março de 2001 em prol do Comic Relief.
Em dezembro de 2008, “Os Contos de Beedle, o Bardo” foi publicado em prol do Children’s High Level Group (agora Lumos).
  Além de ter sido nomeada com a OBE (Ordem do Império Britânico) por serviços à literatura infantil, J.K. Rowling recebeu diversos prêmios e honrarias, incluindo o Prêmio Príncipe das Astúrias para a Concórdia, a Legião da Honra da França, o Prêmio de Literatura Hans Christian Andersen e fez discursos de formatura na Universidade de Harvard, nos EUA. Ela apoia um grande número de causas beneficentes através de seu fundo beneficente Volant, e é a fundadora da Lumos, uma instituição de caridade que trabalha para transformar a vida das crianças desfavorecidas.
 J.K. Rowling mora em Edimburgo com o marido e três filhos.


--> J.K. Rowling escreveu o livro The Casual Vacancy (Morte Súbita), seu primeiro romance para adultos, publicado em inglês em setembro de 2012.
--> J.K. Rowling também escreveu O Chamado do Cuco (The Cuckoo's Calling), seu primeiro romance policial sob o pseudônimo de Robert Galbraith, que foi publicado este ano.


ALGUMAS FRASES DE J. K. ROWLING

"Não adianta se entregar aos sonhos se você se esquece de viver". 

"Você meio que começa a pensar que tudo é possível se você tiver nervos suficiente". 

"Nunca se envergonhe, sempre existirão aqueles que serão contra você, mas eles não merecem a mínima atenção".  


10 CURIOSIDADES SOBRE A AUTORA:



     1.  J.K. é a abreviação para Joanne Kathleen. Ela adotou o segundo nome quando o livro Harry Potter e a Pedra Filosofal foi lançado, em 1997. Trata-se de uma homenagem à sua avó.

2. A autora casou-se com um homem que fugiu logo que soube que ela estava grávida. Desempregada e em péssima situação financeira, sobrevivia com seguro-desemprego. Quando a filha nasceu, sua casa não tinha sistema de aquecimento assim, ela punha o bebê num carrinho e ia para um café próximo. Foi nessa época que começou a escrever uma história infantil sobre o bruxinho Harry Potter.

3. Inúmeras editoras recusaram seus originais, por serem grandes demais para crianças. Quando a Bloomsbury aceitou, pagou um pequeno adiantamento dos direitos autorais. Niguel Newton, diretor da editora, diz que Rowling teve sorte, pois eles sequer editam livros infantis. Mas como o original estava no alto da pilha, ele leu, adorou e resolveu publicar.

4. Rowling esteve presente em toda a elaboração do roteiro do primeiro filme, ao lado do diretor Chris Columbus. Determinou qual seria a textura das cortinas, a cor do sangue do dragão e até desenhou um mapa do castelo de Hogwarts. No entanto, raramente aparecia no set de filmagem.

5. Quando tinha 8 anos, J. K. Rowling brincava com Ian e Vikki Potter, seus vizinhos. Eles gostavam de se vestir de bruxos e fazer feitiços de mentirinha. Não é à toa que acabaram dando o sobrenome a Harry. O personagem Rony foi baseado em Sean, um amigo da escritora que tinha um Ford Anglia, carro de destaque no segundo livro da série. Já Hermione é uma espécie de alter-ego da autora, embora ela não fosse boa aluna.

6. A primeira leitura de Harry Potter e a Pedra Filosofal em uma livraria foi um fiasco. Apareceu tão pouca gente que os funcionários tiveram pena de Rowling e ficaram escutando a história também. J.K. tremia tanto que acabava se perdendo no texto.

7. Embora J.K. tenha inventado a maioria dos nomes do universo de Harry Potter, pesquisou alguns no passado: quando tinha 9 anos, sua família se mudou para uma casa perto de um cemitério, que acabou sendo fonte de vários nomes. Dumbledore era o termo usado no inglês antigo para a mamangava, uma planta da família das leguminosas. Snape, como o professor de poções é conhecido, é o nome de um lugar na Inglaterra.

8. Antes de se tornar uma celebridade, J.K. já tinha trabalhado como professora-assistente, pesquisadora da organização de direitos humanos da Anistia Internacional e até secretária bilíngüe. Ela estudou francês e línguas clássicas na Universidade de Exeter, na Inglaterra. O latim que aprendeu lá foi extremamente útil para criar as palavras mágicas e feitiços dos livros.

9. Os pais de J.K., Peter John Rowling e Anne Volant, conheceram-se na King’s Cross Station, a estação na qual Harry Potter tem de achar a plataforma 9 e 3/4.

10. Em 2004, ela entrou pela primeira vez na lista das pessoas mais ricas do mundo, publicada pela revista norte-americana Forbes.


15 CURIOSIDADES SOBRE HARRY POTTER:


1. Em Harry Potter e a Câmara Secreta, nem os espectadores e nem os realizadores sabiam o significado de Harry perfurar o diário de Tom Riddle com a presa do basilisco. Naquele momento, J.K. Rowling ainda não tinha explicado a natureza das Horcruxes.

2. A morte dos pais de Harry, o flashback que aparece quando Hagrid conta para Harry sobre o seu passado, aquela sequência que mostra Voldemort matando Lílian e Tiago Potter, foi escrita por J.K. Os produtores do filme afirmaram que só a autora poderia reconstituir o que aconteceu naquela noite.

3. Um prêmio antigo de Voldemort em Hogwarts. Sim, meus caros! Lembram quando Hermione leva Harry para a sala dos troféus para mostrar que ele conseguiria se dar bem como jogador de quadribol? Então, do lado há um troféu concedido a Tom M. Riddle por serviços prestados à escola. Ele foi condecorado cerca de 50 anos antes por, supostamente, descobrir quem abriu a Câmara Secreta.

4. Em O Prisioneiro de Azkaban, para se transformar em Perebas, Timothy Spall foi caracterizado como um roedor. Ganhou uma peruca com fios semelhantes a pelos de rato, dentes e unhas postiças e roupas cinzas. O restante ficou por conta da computação gráfica.

5. A câmera de Colin Creevey não trabalha à bateria, mas à magia envolta por Hogwarts. Ele revela as fotos a partir de uma poção mágica de revelação que permite que as figuras movam-se dentro da foto.

6. As quatro casas de Hogwarts correspondem aos quatro elementos. Grifinória é o fogo, Corvinal é o ar, Lufa-Lufa é a terra e Sonserina é água.

7. Uma pena de escrever mágica detecta o nascimento de cada criança bruxa e registra num livro. Depois, Professora McGonagall envia uma coruja a cada criança, quando esta completa 11 anos.

8. O único Comensal da Morte capaz de produzir um patrono era Severo Snape. Seu pensamento feliz era Lílian Potter.

9. Se um trouxa avistar Hogwarts ele apenas verá um castelo em ruínas, com uma placa: Não se aproxime, construção perigosa.

10. O Cão de Três Cabeças, Fofo, foi inspirado em Cérebro, o cão mitológico grego que guarda a entrada do castelo de Hades.

11. Dumbledore via no Espelho de Ojesed sua família sendo feliz.

12. Foi Rabicho que recuperou a varinha de Voldemort após o que aconteceu na noite em que tentou matar Harry.

13. O terceiro cheiro que Hermione sentiu na poção do amor na sala de Slughorn foi o cheiro do cabelo de Rony.

14. A morte de Edwiges representa a perda da inocência e segurança, o fim da infância de Harry.

15.  J.K. tem uma tabela com o nome de cada estudante de Hogwarts, sua casa, suas capacidades mágicas, ascendência, etc.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...