26 de janeiro de 2014

10 passos para escrever uma história fantástica de sucesso.

   Olá, galera. Gostaram do novo layout? Ficou bem mais moderno, né?
  Agora para inaugurá-lo com uma postagem super interessante trago um assunto muito legal e uma lista com 10 itens que foi feita pelo blog Listas Literárias
  Como escrever uma fantasia de sucesso? Pensando nisso esse blog criou uma lista com características das principais obras fantásticas que fizeram sucesso e que poderiam tornar a sua história um Best Seller. 
  Mas é como sempre digo: não é necessariamente seguindo esse molde que sua história será uma revelação! Sempre podemos inovar e criar ideias novas e mesmo que siga esses moldes se você não tiver uma boa escrita não adiantará muita coisa!

O Listas Literárias observando suas leituras e reunindo alguns conceitos mais usuais selecionou 10 características importantes para você escritor criar sua própria fantasia épica de sucesso:


1 - Tenha seu próprio mundo: Se na literatura juvenil geralmente os protagonistas encontram um mundo paralelo, na fantasia épica os exemplos exitosos estão naqueles autores que criam seus próprios mundos, alheios ao planeta terra, mesmo que possam ser similares. Uma boa fantasia épica exige um excelente mundo, novinho em folha;


2 - Tenha um grupo de protagonistas: Escrever um épico exige do autor uma gama de personagens protagonista. Neste tipo de obra não basta ter apenas um único herói, mas alguns ótimos guerreiros, ou seja vá pensando em no mínimo uns sete a quem a trama precise acompanhar com proximidade;

3 - Seja medieval: Definitivamente não conheço nenhum épico (ou pelo menos os que valha a pena citar) que fuja das características medievais. Por tanto, para escrever uma fantasia épica ser bom nas aulas de história já seria um bom começo;

4 - Estabeleça uma sociedade: Muito comum aos épicos e o estabelecimento de uma sociedade para o cumprimento da jornada, explícita como no caso de A Sociedade do Anel, ou apenas subtendida como na série A Roda do Tempo, ou ainda como as alianças formais que mudam a todo instante em Westeros;

5 - Seja muito, mas muito detalhista: Há uma briga entre os leitores do gênero por exemplo colocando Martin e Tolkien em campos oposto. Eu sinceramente acho que ambos primam pelo detalhismo de suas obras, embora em campos diferentes. Tolkien se estende com divagações sobre a natureza e todo o cenário que faz o leitor submergir em sua Terra Média. Martin por outro lado se não se detém muito tempo sobre as paisagens o faz com suas criaturas humanas demonstrando todo seu virtuosismo. Portanto futuros autores se desejam embarcar numa fantasia épica, sejam extremamente detalhista; 

6 - Mescle juventude e experiência: Toda fantasia épica é uma mescla de jovens e experientes guerreiros, portanto para o sucesso de seu livro é preciso ter esse balanço de gerações, bem como mostrar suas diferenças;

7 - Tenha seus próprios monstros:  Mesmo que você venha a utilizar monstros conhecidos em sua fantasia épica, é fundamental que você crie seus próprios monstrengos, ainda que inspirados em lendas o tradição oral. Seus próprios monstros é o que dará o toque original ao seu épico de fantasia; 

8 - Tudo deve ter nome e sobrenome: Se estiver disposto a escrever seu próprio épico lembre-se que tudo deve possuir nome e sobre nome, sejam seus personagens humanos, sejam suas armas, uma espada não pode ser tão somente uma espada, ela precisa reconhecimento, e só com algo do tipo "Desvanecedora de Vidas" terá impacto;

9 - O Fim está próximo, mesmo que ainda demore: Comece sua fantasia épica deixando bem claro no prólogo de que o fim do mundo é o destino inevitável da jornada, mesmo que você tenha planejado contar isto numa singela série de 20 livros;

10 - E não se esqueça, sacrifique alguém: Outra coisa fundamental para sua fantasia épica encantar seus leitores. Não se esqueça de sacrificar alguém querido em nome do grupo. Isso sempre funciona;


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...