18 de agosto de 2013

Entrevista com Vanessa Araujo.

Sobre...

A escritora:
- Vanessa Santana Araujo, 36 anos.
- Reside em Santos - SP (cidade natal).
- Pseudônimos: Vanessa Araujo – mas já usei vários pseudônimos, como Alicia Judah e Nessie Araujo.

 Sou fascinada por artes em geral. Porém, desde a infância, me encantei com a maravilha de colocar uma estória em páginas e páginas de sonhos. Após estudar piano, violão clássico, contrabaixo e me dedicar à música de uma maneira exemplar, eu conheci também a dança e a pintura. Depois disso, não teve como fugir, acabei me rendendo à literatura. Hoje, sou mãe de três filhos “originais de fábrica” e mais três adotivos. Trabalho com assessoria de eventos e sou escritora de coração.

- Link do blog para seguir: 

1.  Esta é sua primeira entrevista a algum blog?
Não. Já fui entrevistada por alguns blogs, mas estive fora da blogosfera por um tempo. Porém, com o meu retorno, essa é a primeira entrevista que concedo.

2.  Quando você teve a ideia de começar a escrever houve algum motivo especial para isso, alguém da família que já escrevia ou te incentivava a ler, ou você só queria colocar algumas ideias no papel? Conte-nos um pouco sobre sua experiência.
Ninguém da família me incentiva, com exceção dos meus filhos. Meus pais não curtem essa ideia, ou nunca me falaram nada a respeito, apesar de já conhecerem esse meu lado escritora e alguns dos meus livros. Eu simplesmente adorava ler, mas nunca me achei capaz de fazer o mesmo que os autores faziam. Sempre fui fascinada pelo mundo de contos e fantasias que as obras em papel me apresentavam. Até que um dia, deixando o temor de lado, decidi me arriscar... Acho que deu certo...

3.  Quantos livros você já escreveu e em geral quais temas você procurou abordar neles?
Já escrevi tanta coisa que já nem sei mais quantos livros tenho. Da última vez que contei, estava em cento e trinta e quatro títulos. Como costumo trabalhar em séries extensas – como Arelli (18 volumes), Filhos do Pecado (12 volumes) e Liberos Ignis (24 volumes) – acabo me perdendo com tudo. Normalmente escrevo enredos sobrenaturais, com anjos, demônios, vampiros, nephilins... Porém, de uns tempos para cá, cismei em criar romances urbanos e policiais – como Sinai, que será lançado em outubro deste ano.

4.  Você se inspirou em algum outro autor, ou autora, para escrever seus livros?
Lembro-me do primeiro livro que li, se chamava “No Reino Perdido do Beleléu”, de Heloísa Penteado. Esse foi o estopim que acendeu a chama do meu amor pela literatura. Contudo, a coragem e inspiração para escrever mesmo vieram das novas obras sobrenaturais do momento, como Crepúsculo, Vampire Diaries, etc.

5.  Foi difícil até que você conseguisse achar uma editora que publicasse seus livros? Como foi sua experiência com os leitores e o retorno que você recebeu após tê-los publicado?
Meu primeiro livro – Arelli vol. 1 “Quebrando as Regras” – foi publicado por uma editora prestadora de serviços, ou seja, dessas que a gente paga para realizar um sonho. Depois disso, decidi investir em tudo sozinha e me tornei uma autora independente, sem procurar ou buscar por editoras que queiram – ou se interessem – pelas minhas tramas – até porque a maioria dos escritores e leitores me odeiam devido a um problema enorme que tive com a editora Arielli. Contudo, estou tentando consertar meus erros e seguir em frente.
O publico aceitou muito bem meus livros, eu que sou chata e perfeccionista demais e me cobro o tempo todo... E guardo com todo o carinho os fanarts e fanfics que recebi. É esse amor que me incentiva a continuar.

6. Enquanto criava seus personagens se inspirou em algum conhecido, em suas características físicas ou psicológicas? Estou curiosa, aposto que os leitores também, para saber se você tem algum cast em mente para os personagens.
Sim, com certeza! Meus amigos e meus filhos são minhas maiores inspirações para criar as características físicas e psicológicas dos meus personagens. Até eu e minhas loucuras já viramos uma das protagonistas de uma série – não conto quem é... Rsrs.

7.  Está com algum projeto novo em andamento?
Bem, no momento estou cuidando do lançamento de Sinai... Porém, já estou com novos projetos em mente, roteiros criados e até mesmo alguns capítulos escritos. Contudo, esses estão andando em ritmo lento, pois meus livros antigos estão sendo relançados com novas capas e novas revisões.

*Recado da Vanessa Araujo para outros escritores...
Os primeiros passos são difíceis, apesar de empolgantes. O importante é nunca desistir. Não vou dizer que o mundo literário é um mar de rosas. Pelo contrário, há momentos em que deixar tudo de lado parece ser a lei absoluta. Contudo, o amor pela escrita sempre é muito maior, sempre irá vencer. Nunca deixe um sonho se esvair, seja ele qual for... Você é o dono do seu mundo literário, e ninguém tem o direito de retirar essa coroa. Escreva, lute, vença! E não se importe com o sucesso, isso é apenas vaidade passageira. Cuide de quem está e sempre ficará ao seu lado.

NOS AJUDE A DIVULGAR ESSA IDEIA...
Se você conhece algum outro escritor novato nos informe para podermos entrar em contato ou lhe envie a entrevista e passe nosso e-mail para que depois possamos publicá-la.  Agradecemos pela colaboração!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...